MULHERES NAS RUAS DO PORTO- X- por César Santos Silva

Belém ( Rua )
Início – Contumil    Rua de)
Fim –   Nau Vitória ( Rua da )
Designação desde –  1948
Freguesia de:  Campanhã

No Bairro de Costa Cabral várias ruas, quase todas, são uma homenagem a freguesias de Lisboa.

Uma delas é consagrada a Nossa Senhora de Belém.

Belém é uma das freguesias da zona oriental de Lisboa e uma das mais bonitas, tendo en conta o enquadramento não só paisagístico, como arquitectónico. Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO- X- por César Santos Silva”

MULHERES NAS RUAS DO PORTO IX- por César Santos Silva

Beata D. Mafalda (Rua da)

 

Início – Senhora de Campanhã (Rua da)
Fim – Buçaco (Rua do)
Designação desde – 1965
Freguesia de: Campanhã

A Beata D. Mafalda nasceu em 1200, era filha de D.. Sancho e de D. Dulce de Aragão, o seu nome é uma homenagem à sua avó, D. Mafalda de Sabóia, filha de Amadeu III e mulher de D. Afonso Henriques.
A sua vida estava talhada, como muitas da sua condição, para ser moeda de troca das políticas régias.
O casamento das mulheres da corte ( filhas dos reis em exercício ), como parte da rede de intrincadas alianças políticas, mas sem elas terem voz activa na escolha do seu destino.
Fruto desta lógica, e tendo como pano de fundo a necessidade de ganhar apoios em Castela contra os Árabes, D.Mafalda é induzida a casar com Henrique I de Castela, que à época tinha onze anos. Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO IX- por César Santos Silva”

MULHERES NAS RUAS DO PORTO – VII – por César Santos Silva

Aurélia de Sousa (Rua de)

Início – Santos Pousada (Rua de)
Fim – Alegria (Rua da)
Designação desde: 1954
Freguesia de: Bonfim
Anterior Designação – Viela do Seixal

Maria Aurélia Martins de Souza nasceu em 1866 Valparaiso, Chile para onde  seus pais tinham emigrado em busca de melhores condições de vida. Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO – VII – por César Santos Silva”

MULHERES NAS RUAS DO PORTO (V) – por César Santos Silva

Aldas (Rua das)
Início – Dr. Pedro Vitorino (Largo do)
Fim – Pena Ventosa (Rua)
Outras Designações – Rua da Penaventosa – Rua do Colégio – Rua da Sinagoga
Freguesia de:

Uma das, ruas mais antigas do Porto.

A origem da Rua das Aldas perde-se na memória do tempo e remonta certamente aos princípios da Nacionalidade. Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO (V) – por César Santos Silva”

MULHERES NAS RUAS DO PORTO (IV) por César Santos Silva

Albertina de Sousa Paraíso (Rua de)

Início – António de Sousa e Silva (Rua de)
Fim – Cul de Sac
Consagrada desde - 2010
Freguesia de: Paranhos

 

Albertina Sousa Paraíso nasceu na cidade do Porto, em 11 de Janeiro de 1864.

Filha da classe média da cidade, seu pai era director bancário e sua mãe directora de um colégio.

Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO (IV) por César Santos Silva”

MULHERES NAS RUAS DO PORTO (III)- por César Santos Silva

Ana Plácido (Rua de)

Início – Monte de Campanhã (Rua do)
Fim – Cul de Sac
Freguesia de: Campanhã
Designação desde – 2006

Uma pequena artéria, que na nossa opinião, não honra a memória de Ana Plácido, já que se encontra “perdida”, na freguesia de Campanhã, que como se sabe não fazia parte das itinerâncias da talentosa companheira de Camilo Castelo Branco.

Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO (III)- por César Santos Silva”

MULHERES NAS RUAS DO PORTO –II – César Santos Silva

Foto: Adelaide Estrada por Abel Salazar

ADELAIDE ESTRADA

A única médica consagrada na toponímia portuense.

Nasceu na cidade do Porto, em 29 de Setembro de 1900. Foi assistente da Faculdade de Medicina, bolseira e estagi­ária no Instituto de Alta Cultura, integrou, ainda, várias instituições científicas e manteve uma colaboração regular nas revistas da especia­lidade e sobre os temas que eram alvo das suas pesquisas, como histo­logia, análises clínicas, citologia, etc. Discípula e amiga íntima de Abel Salazar, participou activamente nas campanhas dos generais Norton de Matos e Humberto Delgado à Presidência da República. Faleceu a 18 de Outubro de 1979. A rua que a consagra fica na zona da Prelada. Continuar a ler “MULHERES NAS RUAS DO PORTO –II – César Santos Silva”